Notícias

Lei de Sitter | Prevenir é melhor que remediar

A lei de evolução de custos, também conhecida como Lei de Sitter ou Regra dos 5, demonstra em seus estudos os impactos econômicos resultantes da negligência em se adotar ações preventivas.

 
Mesmo sendo um estudo direcionado para área de patologias, está diretamente relaciona na gestão de projetos.

 
Se a manutenção não for realizada, serão necessários reparos equivalentes a cinco vezes os custos de manutenção. Por sua vez, se os reparos não forem efetuados, as despesas de renovação podem atingir cinco vezes o custo de reparo.
Em um exemplo prático, o investimento de R$ 1,00 na prevenção/correção de uma falha durante a fase "Projeto" é tão efetivo quanto um investimento de R$ 5,00 durante a fase "Execução", ou de R$ 25 na fase "Manutenção preventiva", ou de R$ 125,00 na fase "Manutenção corretiva". Fonte: (Vanier, National Research Council Canada, 2001).

Logo, torna-se explícita a necessidade da verificação preventiva logo na fase de projeto ou ao menos na execução deste.

Através dos nossos serviços de engenharia consultiva, analisamos e diagnosticamos o estado atual do seu projeto ou construção e oferecemos as melhores soluções para o seu empreendimento, garantindo qualidade e vida longa.